Material de Estudo


É bom escrever de novo. Tenho vários assuntos em mente para os próximos posts, algumas coisas que quero compartilhar, e outras sobre o rumo do blog em si, como colocar mais participação dos leitores, por citar uma das idéias. Esperemos que a RL (Real Life, como chamam meus amigos do Dark Age of Camelot) me deixe tempo para isto.

Este post surgiu como idéia no Natal, ao abrir um presente: Era um livro que já fazia parte da minha coleção, e que consegui trocar na loja por outros. Sim, outros, porque não me aguentei e comprei mais alguns, pagando a diferença.

Este post é um revival de um post anterior, só que um pouquinho mais detalhado; ele fará parte de um link permanente no menu do blog, para quem quiser consultar a qualquer momento. Este post fala sobre meu material de estudo, os livros que descansam na prateleira enquanto não estão nas minhas mãos.

Bernard Cornwell


Autor pelo qual criei uma relação de fã, pela qualidade da sua escrita, pela riqueza dos seus textos. Comecei a ler seus livros durante a busca de material arturiano, e acabei me encantando com suas histórias. Professor de faculdade, sua especialidade é historia militar. Ele coleciona mapas antigos, e muitas vezes estes mapas inspiraram textos. Ele leva muito a serio suas pesquisas; já viajou pelo mundo, participando de buscas arqueologicas para enriquecer ainda mais os capítulos dos seus livros, para vivenciar o calor, o desconforto, a canseira das viagens e tantas outras coisas que seus personagens vivem durante cada página. Eis os livros que tenho dele:

Arturiano - Século V
As Crônicas de Artur: Volume I - O Rei do Inverno
As Crônicas de Artur: Volume II - O Inimigo de Deus
As Crônicas de Artur: Volume III - Excalibur

Arturiano / Histórico (Inglaterra/França) - Século XV
A Busca do Graal: Livro I - O Arqueiro
A Busca do Graal: Livro II - O Andarilho
A Busca do Graal: Livro III - O Herege

Histórico (Inglaterra/França) - Século XVIII
As Aventuras de Sharpe: O Tigre de Sharpe
As Aventuras de Sharpe: O Triunfo de Sharpe
As Aventuras de Sharpe: A Fortaleza de Sharpe
As Aventuras de Sharpe: Sharpe em Trafalgar
As Aventuras de Sharpe: A Presa de Sharpe
As Aventuras de Sharpe: Os Fuzileiros de Sharpe

Histórico (Guerras Saxônicas) - Século IX
Crônicas Saxônicas: Livro I - O Último Reino
Crônicas Saxônicas: Livro II - O Cavaleiro da Morte

Conn Iguldenn

Aluno do Cornwell, aprendeu direitinho a arte da escrita, até conquistando a admiração do seu professor de faculdade. Ele mesmo comentou ao New York Times, falando que "trata-se de um texto fantástico. Eu adoraria tê-lo escrito". Que elogio!

Histórico - Período Romano
O Imperador: Volume 1: Os Portões de Roma
O Imperador: Volume 2: A Morte do Rei
O Imperador: Volume 3: Campo de Espadas
O Imperador: Volume 4: Os Deuses da Guerra

Christian de Montella

Homem que fez de tudo na vida, acabou vingando como escritor arturiano. Os textos dele estão totalmente baseados no material mais antigo (Chrétien / Malory), mas nem por isso vou tirar o mérito do seu esforço em divulgar e recontar as velhas lendas. Quem sabe, daqui a uns 10 anos, eu não faça a mesma coisa no papel; hoje faço por aqui.

Graal Volume 1: O Cavaleiro sem Nome Graal
Volume 2: A Neve e o Sangue
Graal
Volume 3: A Nau do Leão
Graal
Volume 4: A Revanche das Sombras


Falecidos

Logicamente, a lenda surgiu faz muitos séculos, portanto o texto mais rico ou por falar assim, "mais cru" é o original, e suas traduções às línguas modernas. Neles se encaixam estes textos:

Anônimo - A Morte do Rei Artur (Séc. XIII)
Dorothea e Friederich Schlegel - A História do Mago Merlin
Chrétien de Troyes - Perceval
Chrétien de Troyes - Romances da Távola Redonda*
Thomas Malory - Os Cavaleiros da Távola Redonda
T. H. White - O Único e Eterno Rei: Volume I - A espada na pedra

*livro que resume os contos:
- Eric e Enide
- Cliges, ou a que se fingiu de morta
- Lancelot, o cavaleiro da charrete
- Ivain, o cavaleiro do Leão

Outros Anônimos Famosos


Sim, eu compro livros arturianos não só como material de estudo, mas também por impulso. Acontece.

Albert Béguin e Yves Bonnefoy - A Busca do Graal (mediano)
Maria Nazareth Alvim de Barros - Merlin: o filho do Diabo (plágio/tradução do Merlin acima)
Allan Massie - Rei Artur (já comentei no blog - fontes duvidosas de pesquisa)
Emma Jung - A Lenda do Graal (analise Jungiana da lenda arturiana. Chato pacas)

No original


Este vai dar trabalho, mas ao mesmo tempo é provavelmente o livro mais precioso da minha coleção.

Sir Thomas Malory - Le Morte D'Arthur

Este livro foi escrito no século XVIII, é uma edição definitiva, com todos os textos de Malory no original, no inglês do jeito que era nesses tempos. Os contos não estão vinculados, estão separados do jeito que foram escritos. A ilustração que abre este post é uma das pinturas feitas por Anna-Marie Ferguson com o único fim de ilustrar o livro. Ainda junto coragem para mergulhar nele de vez.

Quem sabe o que irei comprar ou ganhar neste ano... mas sem dúvida, material é que não falta. Isso sim falar da videoteca...

Até a semana que vem!!

4 comentários:

pedrita disse...

tenho muita vontade de ler os livros do bernard cornwell. beijos, pedrita

Renata disse...

Cornwell é fenomenal, isso não se discute. Ainda preciso ler os que tenho aqui e comprar os que faltam. E procurar os outros da sua lista... queria ter [muito] mais tempo pra ler!!
Beijos!

Renata disse...

Aliás, não sei se guerras contemporâneas te interessam, mas esses dias Gabriel achou este blog super interessante: http://wwar1.blogspot.com/

Andressa disse...

Tenho a trilogia da busca do graal, de Bernard Cornwell, e me emocionei muito com o que ele escreveu. Os detalhes são ricos e não há monotonia nas passagens.
Acabei de adquirir a saga arturiana, mas tempo ainda não tenho, estou embrenhanda em outras matas.
Parabéns pelo seu blog!

Didi