Tirando Dentes

Como já devem saber pelo blog da Marion, nesta sexta-feira foi a vez do Sam tirar os dentinhos ruins da boca. Isso é importantíssimo para não causar doenças piores, como bactérias entrando no fluxo sangüíneo e afetar os órgãos. Quem tem bicho, tem que amar e cuidar.

A cirurgia do Sam juntou com tantas outras coisas que devem rolar neste fim de semana longo, visitas de amigos, uma semana bem puxada para Marion e para mim, e estou me dando o direito de descansar. Não quer dizer que não vai ter post, digo apenas que não sei quando vai sair, qual vai ser o assunto, como vai ficar estruturado... Vai depender da correria do feriadão :-)

Para não dizer que não postei, e para não deixar de ilustrar o fim de semana, vai uma imagem que me chegou pelo Stumble:


Achei muito engraçada, por ter vivenciado nos primeiros anos da minha vida um certo preconceito por ser canhoto. Todas minhas professoras ("maestras") de primeiro grau queriam porque queriam que escrevesse com a mão direita. Sou muito hábil com ambas as mãos, mas não me peçam para escrever com nenhuma delas. Precisei entrar no colégio técnico para aprender a escrever de verdade, e me comunicar através de uma escrita legível.

Pensando bem, ser canhoto podia ser muito interessante no período medieval. Se fosse justar, só o fato de trocar as armas de lado causaria um estrago enorme; um destro espera o ataque pela esquerda, onde carrega o escudo, mas na hora que inverto isso, seu esquema de defesa desmorona. Já no meu caso, a obrigação de viver em um mundo de destros me garantiu habilidade manual, que no período medieval com certeza teria refletido no manuseio de armas.
Quem sabe não me escreva em uma escola de Kempô, afinal para o samurai não faz diferença ser destro ou canhoto...

Bom feriado! E esperem por noticias!

5 comentários:

Marion disse...

Amor, ainda bem que o feriado chegou. Merecemos o descanso depois de tanto corre-corre e nervoso. Nosso Sam está bem, aliás dorme no meu colo neste momento. Foi é um pai de gatos maravilhoso, sabia?

Adorei a historinha do canhoto. Realmente deve ser complicado viver em um mundo todo "ao contrário". Mas com certeza isso fez você ter um ponto de vista diferenciado de tudo.

Um beijo e vamos que o que nos aguarda no feriado!

Beijinhos e mais beijinhos!

Chuicks

Demian disse...

Eu sou canhoto!!! E dizem que NÓS canhotos temos muuuuuuito mais habilidades com as mãos... hehehe

Pedrita disse...

a sarah tadinha, tirou 4 dentes da primeira vez. ela possivelmente na época que morou na rua deve ter comido muita porcaria. agora escovo os dentes dela, e está bem melhor. antigamente as pessoas amarravam a mãe esquerda pra pessoa não escrever com ela. horrível! hoje ainda bem que não interferem nisso. minha tia por esse motivo escreve mal com as duas até hoje. ah, vc usa o mouse com a esquerda? adorei o post. eu fui na exposição do leonardo da vinci, pensei muito em vc. falei pra marion da exposição. está lá no meu blog. beijos, pedrita

Renata disse...

Se até pouco tempo ser canhoto ainda era "errado", imagina na época medieval ou até antes. Surpreende que não tenha (que eu saiba) nenhuma história de perseguição aos canhotos, como às bruxas :)
Espero q o Sam melhore logo!!!
Beijos!

Galega disse...

oi wally!já tem fotinhos de vcs no meu blog, depois passa lá!