Roubando A Cena

O Cavaleiro, O Sangue, e Anões. Uma Retrospectiva.

E não é que terminei de ler "A Neve e O Sangue", de Christian de Montella? O segundo volume da saga fala do Perceval, como disse faz um par de posts. Mas, para minha surpresa, a história acaba virando mais uma vez a novela do Lancelot. E Guinevere mostra seu lado TPM, àla "me mires pero no me toques". No fim das contas, você esquece que o livro era do Perceval... coitado do galês. Merecia mais.

Visão do Graal no Castelo do Rei Pèlles


Montella apelou um pouco com alguns vieses (talvez inventados, talvez inspirados, não sei dizer ainda) para acrescentar conteúdo à lenda já conhecida. Ele acabou trazendo o Lancelot do primeiro livro para o núcleo da história, deixando de lado o Perceval logo após seu totalmente clássico e infaltável encontro com o Rei Pèlles, também conhecido como o Rei Pescador (não é de alegre, ele pesca mesmo, ou pelo menos ele tenta). Um desses vieses interessantes é Ellan ter virado a filha do rei Pèlles; é ela quem teve o filho de Lancelot, o Galahad. Neste livro, Galahad aparece apenas como uma criança perturbadoramente perfeita. Acho que ficou alguma coisa entre o Demian de Profecia, o moleque que quer usar o banheiro do Pedrinho da propaganda e as crianças iluminadas do "Total Eclipse of the Heart" da Bonnie Tyler. Cada um tire suas conclusões, ou leia o livro para entender.

O mais curioso do livro (fato este que me espanta ainda) é que o último capítulo é práticamente uma transcrição do encontro final entre Arthur e Mordred; isto não tem relação nenhuma (mesmo!) com o conto do Perceval. Até porque se Galahad é ainda uma criança, Perceval já encontrou o Pèlles, e Arthur foi de vez para Avalon (tipo, morreu, foi para o ceú, etc. etc.) fica uma pergunta... Como e quando vai surgir a busca do Graal? Sem Arthur, não tem távola redonda... Ou seja, como o Graal será revelado, e surgirá a busca? A coleção destes livros não se chama justamente "Graal"? Hein?

Estou curioso para ver os próximos dois livros, "A Nau do Leão" e "A Revanche das Sombras". Não faço a menor idéia do que esperar. Na verdade, até acho que sei o que esperar, pelo menos em uma coisa: o anão FDP da charrete vai voltar. Ele sempre volta.

3 comentários:

Pedrita disse...

não me animei. beijos, pedrita

Renata disse...

Pelo que me parece, esse livro bagunçou um tanto a história né? Pena =(
Bjos!

Pedrita disse...

wally, falei no meu blog sobre aquele livro que traz a trajetória do napoleão. acho que vai se interessar. mesmo sendo em outro período histórico, claro. beijos, pedrita