O Filme Somos Nozes

Por umas e outras acabei entrando no FaceBook semana passada, e lógico que o primeiro que fui olhar foi se tinha alguma comunidade, perdão, "grupo" sobre o o rei Artur ou coisa parecida. Achei uma comunid.. grupo muito legal, criado pela Prof. Edileide Brito, a.k.a. "Lady Britain", quem além de ensinar o idioma de Shakespeare está cursando um mestrado em Literatura Arturiana. Deu uma invejinha branca... heehe!

Quem sabe um dia não ganho um level up e chego nesse patamar também. Já pensaram, engenheiro em comunicações e mestrado em lendas arturianas?

Bom, voltando ao assunto, o legal desse grupo (acertei, eba) é que participam pessoas que de fato tiveram algum contato escolar ou acadêmico com a lenda arturiana, e a curiosidade os levou a se aprofundar mais em determinados textos como por exemplo o Malory, que é uma referência obvia no estudo do Inglês.

No meio dessa gente toda (mais de mil membros), alguém comentou de um filme caseiro sobre o Arthur. Na verdade é assim: sabem o Jonas Brothers, a banda pop familiarmente correta? A dos moleques que não beijam na boca e tal? Bom, a sociedade americana tem hoje censores família, que o que fazem é editar o conteúdo dos filmes e seriados para amenizar o conteúdo que poderia ser ofensivo. Logicamente boa parte destes censores se baseia nos conceitos religiosos, mandamentos e afins para determinar o que pode e o que não pode ficar em uma fita qualquer. Em paralelo a este movimento, existem grupos e empresas cristãs "bem família" que produzem conteúdo que não precisa de filtro, que é "church people friendly". Um deles é o Burns Family Studios, que como reza literalmente na sua página, é um grupo de famílias que inspiradas por Deus e guiadas por Ele produzem filmes que possam orientar e inspirar outras famílias, para que possam compartilhar a visão de Deus que levam através dos filmes.

Nossa.

Dá um pouco a impressão de bolha.. isolamento.. sabe, não é por acreditar mais ou menos em Deus que não vou curtir o Lord of The Rings, ou mesmo Wolverine, ou tantos filmes de zombies como teve ultimamente.. Digo, como você faz um filme de zombies cristão? Como um cristão fervoroso encara a ressurreição dos mortos representada em um filme de zombie? Nem tudo é heresia gente. Tem que saber rir, e entender o humor das coisas. Uma das maiores bençãos que Deus nos deu foi a imaginação, não joguem isso fora!

Pendragon, Sword of his Father

Voltando ao Arthur, não consegui o filme em lugar nenhum como para fazer uma resenha. Só vende o DVD nos Estados Unidos, e é até possível comprar o kit cineminha, que vem com cartazes, arquivos para imprimir, etc... é bem curioso como a idéia deles é cineminha em casa mesmo. Não me inspira comprar o DVD e pagar uma fortuna de impostos para um filme que nem sei se quero ver, sabe? Quem quiser arriscar, vai o link, e dentro da página tem o teaser.

Pendragon - Sword of His Father

O filme, como toda produção caseira, não tem atores. Bah, tem sim, só que não são profissionais. E pelos comentários por aí, tem gente que duvida que sejam mesmo atores amadores; o elogio mais fervoroso falava "o figurino é perfeito, mas a atuação é lastimável". Desanimador, né? Pergunto eu, custa tanto fazer um bom filme arturiano?

Produção Nacional

Vou propor um jogo para vocês. Como faz tempo que moro no Brasil, nem lembro mais dos atores da minha terra natal, mas como filho adotado do país verde-amarelo vejo a Globo na tv todos os dias, e com isso conheço minha parcela de atores globais. Vamos torcer para a alguém na Globo Filmes ler meu post e roubar a idéia, eu não me ofendo... Vamos bolar um filme arturiano produzido aqui?

Embora esta brincadeira tenha um certo parecido com o Casting Nerd (uma brincadeira sensacional do Jovem Nerd), minha idéia é escolher atores globais para escalar em uma hipotética produção nacional sobre a lenda do Rei Arthur. Podemos pensar em um filme, ou mesmo uma minisérie como as que rolam no fim de ano, de poucos episódios. Nem pensem em me lembrar da novela da Guillotine, ok?

Eu particularmente escalava o elenco presente na versão atual da novela Paraiso. Acho que o Zeca dava um bom Arthur, inspirador de confiança, como deve ser. Ou até um Lancelot, se pegar o fato da mulherada ficar caidinha por ele. A pergunta é, se ele vai de Lancelot, quem fica como Arthur? Só não me inventem de chamar o Raj ou o Bahuan, peloamordedeus. Estou pedindo atores, ok? Acho que talvez um Henry Castelli, ou um Fábio Assunção.

A mãe da santinha da uma Morgana per-fei-ta. Se formos fazer um seriado, temos que pensar em diferentes idades e escalações para as fases da história; usem sua memória novelesca para encontrar papel para todo mundo.

Guinevere.. a santinha é bonitinha e tal, mas não sei.. tenho minhas dúvidas. Gosto mais do rosto da Sophie Charlotte, embora tem que ver como ela ficaria ruiva... Taí, a Rachel Ripani é minha Guinevere. E mais adulta, a Flora talvez? Melhor, já sei. Eu fico com a Camila Morgado para o papel.

A dama do lago é a indiscutível Cláudia Raia. Duvido que escalem alguma outra mulher com mais presença, com a imponência dela. É Viviana, a mãe de Lancelot, a Rainha, a Senhora do Lago mesmo.

E o Merlin? Tem tanta gente legal para colocar nesse papel... Vou desde o Tony Ramos até o Reginaldo Faria, porém este último tem muita cara de boa gente para o papel, sabe? Daria um Merlim bonzinho, quem sabe mais para a fase onde se encanta com Nimue. Para Nimue sobram candidatas, mas acho que ia gostar da Cláudia Abreu...

Idéias gente, idéias!

Até a semana que vem!

4 comentários:

Marion disse...

Amor, adorei o post e a sua escalação para o Arthur nacional. Bom, vamos à minha escalação de elenco: Guinevere eu colocaria a Aninha de Paraíso, ela tem uma beleza delicada é suave.
Para o Arthur, eu gostei muito da sua opção, o Eriberto Leão ficaria ótimo. Acho que vou ficar com ele, se eu lembrar de outro eu volto aqui e falo.
Para o Lancelot eu apostaria no Reynaldo Giannechini ( isso deve estar escrito errado!). Ele é lindo e aquele sorriso conquista todas as damas de qualquer reino.
Para a Nimue eu colocaria a Paloma Duarte.
Para o Merlin eu escalaria o Flavio Migliaccio, o Chacha! Ficaria um Merlin simpáticão.
Para a Morgana apostaria na Alessandra Negrini.
A Dama do Lago eu ainda não cheguei à uma conclusão, vou ficar devendo. Depois eu volto!

Beijinhos

Renata disse...

Ih, eu tô por fora dos atores globais. Mas eu gostei da idéia da Cláudia Raia e da Paloma Duarte que a Patry citou (o jeito dela me lembra a Nimue do Merlin-seriado). Se for pra escolher um Arthur bonitão, eu escolho o Marcelo Anthony, meu sonho de consumo brasileiro (o internacional é o Johnny Depp, mas isso não vem ao caso). Bom, acho que ele talvez até convença como líder, dando ordens e tal, quem sabe rs :)

Só tome cuidado com seus desejos porque os produtores brasileiros podem torná-lo uma realidade distorcida... Eu sempre quis ver um filme baseado em algum livro do Pedro Bandeira, e quando finalmente ouvi dizer que ia ser feito, adivinha por quem? Xuxa......

Beijos!

Andrea disse...

Ai, adorei brincar disso...hehhee...eu sempre falo que as novelas são cavalheirescas mas ninguém entende. Chuinf. Bks

Wally disse...

Obrigado por comentarem o post! De fato esqueci de muita gente bacana. E sim, tenho medo de uma versão hulk/angelica/xuxa/didi/zorratotal... Nosso Bom Deus nos livre dessa atrocidade.