Resultados

Ok, antes que me venham com a clássica "pô, não vai falar nada do Arthur hoje?", posso dizer que tive um resultado inesperado ao colocar "Excalibur" no Google. Olha só a PRIMEIRA entrada:



Aí eu disse pra mim mesmo, "Camelot... or What." E fiquei sem assunto de vez... Assim que decidi refletir sobre o fim de ano. Quem estiver a fim, faça a mesma busca e clique... vão dar risada com o nome das "suites".

Como passaram o Natal? Espero que melhor que o pessoal que saiu no quebra-pau no Suriname, ou os passageiros do vôo do idiota fundamentalista com biribinha na meia. E sei que o Natal do Papa foi agitado, no mal sentido.

Não lembro de outros Natais com tanta bagunça como o deste ano. Mas o meu foi legal, bem legal aliás; foi minha vez de cozinhar, e não por me gabar mas cozinho muito bem. Ao menos, na opinião popular do júri (incontáveis amigos que já vieram pra casa e deram a mesma opinião; alguns até marmita levaram, imagina!). Dessa vez o prato foi surpresa até para mim, foi a primeira vez que fiz, e saiu espetacular. Achei num momento que o prato não ia chegar até a ceia de Natal, e íamos comer antes, hehe...

Estou de férias ainda, e felizmente muito cansado de tantas coisas que fiz. Tenho bastantes planos ainda para as semanas que restam, e se tudo der certo vou me cansar muito mais. É fundamental saber dedicar nosso tempo livre às coisas que gostamos, mas também saborear as coisas simples; tirar tempo para ler, apenas ler, sem fazer outra coisa; escutar música, não como pano de fundo de outra atividade, mas apenas ouvir música, reconhecendo cada som, apreciando cada acorde; sentar à mesa para se deliciar com um bom prato, uma bebida refrescante, sem fazer outra coisa além de saborear e conversar. O tempo corre, sempre, mas nós não precisamos correr. Nós corremos por querer fazer mais, mas não podemos correr mais do que nossas pernas. Isso frustra, e começamos a achar que não fizemos nada, mesmo quando faltou uma coisinha ou outra. É como se ocupar demais; querer fazer inglês, dançar tango, faculdade e cozinhar ao mesmo tempo. Não rola, porque não é para rolar.

Muitas pessoas costumam fazer pautas, resoluções para o novo ano, objetivos, propostas de mudança. Acho saudável, mas somente quando elas são objetivas. Não podemos dizer coisas como "vou comer menos". Menos quanto? Um biscoito a menos por dia? Uma pizza a menos no sábado? Vou comer menos tomate e mais alface? Gente, comam o que tenham vontade, desde que não afete a saúde. E isso vale para tudo. Digam "este ano vou aprender a dançar tango", ou "este ano vou aprender 2 receitas novas por mês". Façam propostas para o ano que possam cobrar de vocês mesmos, que possam acompanhar, e que no fim fiquem com vocês. Eu por exemplo quero manter a regularidade que tenho com o blog; um post por semana. Não importa se estou viajando, se estou doente, se estou de mudança, se fiquei sem computador; eu quero ter um post no blog por semana. Podem me cobrar.

Eu vou me cobrar também outras duas coisas: Terminar de ler todos os livros do Bernard Cornwell que não li ainda, e arrumar uma estante que preste para armazenar os livros como corresponde. São duas resoluções que devo cumprir, sei que posso, agora é só fazer.

E uma que quero me cobrar e não engordar de novo; 2009 vai ser o ano que vou lembrar como o ano que tirei a engordada que ganhei depois de casado, e embora não cheguei no peso de solteiro estou me sentindo muito bem fisicamente. Posso correr, posso pular, posso até cortar a unha do pé sem lembrar da barriga me incomodando. E com isso, tudo melhora. Estar bem significa ficar bem com os outros, e ganhar disposição para mais um monte de coisas. Estou com um pique que me surpreende; e meu objetivo é manter esse pique todo o ano inteiro.

Não sei o que me espera para esse novo ano, mas que venha!

Até o ano que vem!

5 comentários:

Marion disse...

Amor, isso é certo, suas férias estão beeeeeeeeeem agitadas, mas com certeza estão rendendo ótimos momentos! :) Bom, a ceia de Natal estava deliciosa e falo isso porque é verdade e não por bejulação, você sabe. :)

Ah, adorei o motel! Ainda mais é um castelinho! Você ocmo autor de um blog sobre o Rei Arthur tem a obrigação de fazer uma visita ao motel, com certeza o post sobre o motel será impoerdível!
E pode deixar que eu vou cobrar o seu post semanal aqui!

Beijinhos

Renata disse...

Acho que uma das minhas resoluções deveria ser manter a leitura dos blogs em dia :) Por isso não faço nenhuma, pra não deixar de cumprir depois!

E vc está certo, o que precisamos pra não enlouquecer nesse mundo já maluco é diminuir a marcha e curtir mais os momentos sem querer fazer tudo de uma vez.

Que venha 2010 cheio de posts por aqui!

Beijos!

Mara Sop disse...

Carambam bateu a wikipedia, heim!

Parabéns, melhor blog arturiano ever!

Mara Sop disse...

Pois é, ano novo não é vida nova, mas renovada!
Curtir as coisas que já amamos e conseguir as que já desejamos, aperfeiçoar as que já fazemos... Tantas coisas boas pra serem revividas!

Um 2010 maravilhoso!

Wally disse...

@ Todas: Obrigado pelos comentários e bons desejos para este ano! Queria comentar apenas que estou tentando um contato com o motel do link do google, e ver se rola uma entrevista com o dono ou algum responsável. Quero ver de onde tirou a ideia..