Dark Age of Camelot

Nota 1: Estou com uns rolos pessoais que me deixaram desanimado, e por isso o post deste fim de semana vai ser curto. Mesmo assim, espero que curtam ele tanto quanto eu em fazé-lo.

Nota 2: Mudei o vídeo (21/10/07 20:17), simplesmente arrumei umas coisinhas nas legendas e acrescentei uma subliminal no fim, hehe... Além disso, botei alguns links que esqueci. Definitivamente não estou com a cabeça no meu normal.

As Aventuras de Wallaceth

Pegando carona nas telinhas do Diablo II do post anterior, venho contar que andei jogando o Dark Age of Camelot, um jogo online que pega os tempos obscuros que viriam após a morte do Rei Arthur. Avalon cai sob o dominio de invasores, a lenda se mistura com as lendas celtas e nórdicas, e Albion (o país onde fica Camelot) ganha novos aliados e inimigos.

O nome acima é o nome do meu personagem, um Inconnu atualmente no nível 20 e pouco, e que deve chegar em algum momento ao nível 50 (o maior dentro do jogo). Ainda estou conhecendo o mapa, os poderes e os comandos do teclado, mas estou pegando a manha do jogo.
Conheci uma turma boa de jogar, um clã conhecido como Master Raiders. Eles me convidaram para jogar junto, e graças a eles conheci um monte de cenários que ainda não poderia conhecer por causa de meu nível. Digamos que quase me levaram de mãos dadas.
A graça de jogar em turma é a coordenação de um grupo: há atacantes, defensores, pessoas que se encarregam de sarar as outras, pessoas que ordenam o grupo... é bem curioso, e ao mesmo tempo tem o gostinho de estar jogando com pessoas, o que torna tudo mais interessante.

O que tem isso tudo a ver com o rei Arthur? Vejam o vídeo.







Tive um esforço razoável para fazer as legendas; agora entendo pelo que passam as pessoas que fazem legendas de seriado. Posso dizer que finalmente escrevi uma, mesmo que para um vídeo curtinho.


Até a semana que vem!

7 comentários:

Pedrita disse...

espero que suas questões pessoais se resolvam. eu nunca me animei de jogar coletivamente. tenho curiosidades às vezes, mas nunca me arrisquei ir. beijos, pedrita

Marion disse...

Amor, adorei o vídeo e a legenda ficou ótima ! :) Vendo você fazer a legenda deu para notar a loucurar que o Duílio e cia fazem para gerar as legendas do Lost e Heroes poucas horas depois da exibição dos episódios nos USA.
E logo tudo estará resolvido, viu? Tenho certeza!

Beijinhos ! Te amo!

Renata disse...

Ah, o polvo muda de cor sim, pior que eu fui reparar nisso no vídeo tbm, tava tao cheio de gente em volta que não deu pra prestar mta atenção na hora!!

Renata disse...

Poxa, eu tinha certeza absoluta q já tinha comentado nesse post... Bem entao comento agora! Bom, eu não sou fã de jogos, eu acho eles até bonitinhos (meus amigos ficam loucos quando falo que são bonitinhos! todos pequenininhos cavalinhos casinhas fofinhos! hehehe) mas eu não tenho muita paciencia. O que as vezes é meio chato, porque muitos deles tem uma história legal, principalmente os medievais...
Beijos! E parabéns pelo trabalho com o video :)

Schna disse...

Naum sou muito de comentar ou ver blogs... mas diante de um blog bem feito, com um video inspirador (diga-se de passagem, gostei muito do video, mas naum dos graficos do jogo), fiquei com vontade de jogar o trial.... bom pra completar... gostei do blog e já li o review do filme "A ultima Legião", muito bom!!!

Renata disse...

Eu não tenho o ringtone do mário no celular, mas quando recebo SMS o som é o da moedinha, quando ele dá cabeçada no tijolo... plim! hehehe! Quanto ao video que vc passou o link... impossivel!! Me recuso a aceitar que alguém seja capaz de jogar tetris naquela velocidade :-) Meo Deeeeooosss
Beijos!

Daniela disse...

Walter, só vim aqui te dizer que o N95 é animallllllllll ! Mexi num na Fnac e amei !!!
Bjs