Entre uma coisa e outra

Olá, leitores. Gostaram do "collage" da semana passada? Acho engraçado como os filmes, seriados e demais gastam uma grana impressionante para fazer efeitos, e muitas vezes ficam parecendo tão falsos quanto o que fiz em casa, na verdade ficam até piores. Mas minha fotinho do Godzilla tumultuando uma Tokyo moderna tem seus méritos, especialmente na iluminação e foco. A fotografia é boa, convenhamos, para a escasez de recursos. A câmera no tripê, apontando para o monitor do micro mostrando uma foto de Tokyo à noite, que encontrei googlando. Segurei o Godi em várias posições, tirei várias fotos (todas com timer, para a câmera não tremer por apertar o botão), usei minha lâmpada como spot para deixar a sombra do Godi condizente, e "taadaáá!", pronta a foto para o post. E sim, o Godi não tem nada a ver com lendas arturianas, porque afinal nem dragão ele é, era um sapo mutante.

Então, o que o Gojira (como é seu nome original) veio fazer no meu blog?

Ele trouxe uma pausa, mais do que necessária, imprescindível. Não abrí mão do blog, nem pretendo fechar ele, mas preciso de uma pausa para ler e escrever decentemente. Me nego a postar coisas que não chegam no patamar de qualidade que eu busco. Me esforcei muito durante este ano todo de blog para manter a continuidade e a qualidade, ganhando elogios desde o começo dele e indicações sérias como fruto desse esforço. Tenho um compromisso comigo mesmo que vem de antes de começar a blogar, um compromisso com a qualidade do conteúdo. Não é apenas para respeitar meus leitores, tenho a obrigação de respeitar minhas próprias idéias.

Enquanto isso, o que ando fazendo? Reformas menores em casa, volta ao trabalho depois das férias, e não muito mais. Alguma ou outra pesquisa sobre o eeePC, meu brinquedinho mais novo, não muito mais. Digamos que estou no meio de uma fase onde medito bastante sobre tudo, com ares de observador, de passageiro da vida que estou vivendo, sem deixar de viver nada. Faço, mas também penso.

Tenho muuuuuitas coisas que larguei no meio e quero retomar. Entre elas, o Dark Age of Camelot, que depois de uma aparição fantasma na semana passada reencontrei a turminha e foi como se nem tivesse estado fora. Descimos até os lugares mais escuros para ajudar um "guildie" nosso para finalizar uma busca épica em umas cavernas. Uma turma integrada, coesa, e onde uma das falas que mais li foi "Wally, is so good to have you here with us". Emocionei.

Tem outros jogos na fila, como o Episodio 2 do Halflife2, o Hellgate London e coisas muito mais velhas que ficaram no baú.

Quero retomar também minhas experiências com eletrônica. De vez em quando faço projetinhos bobos, como lâmpadas que piscam quando alguém bater palmas, só para não perder a prática e até porque é um tipo de trabalho manual desafiador e divertido. No fim do trabalho, sempre fico com alguma tranqueirinha para brincar.

Outra coisa que ficou largada é a pilha de livros e filmes e seriados para ver. Terminei o The Big Bang Theory, que achei ótimo (até por me reconhecer em algumas cenas, hehe), mas parou por aí. Até o livro de Brumas de Avalon me olha com saudades desde o criado-mudo, que larguei depois do primeiro capítulo, e não foi por não gostar. O livro promete, mas cabe mencionar que tem uma carga altamente feminista, talvez pela época. O texto revira repetidas vezes (e isso que só li o primeiro capítulo) com a importância das mulheres e sua influência. Tanto é assim que não aparece um homem só em todo o capítulo, com exceção do Merlin, já velho, caduco e sem valor. Tenho que ler o resto.

Que mais? Vi vários filmes no cinema, como a Marion já comentou, e assinei o seriado Battlefield, a venda somente em São Paulo e Rio de Janeiro. É uma coleção de 18 DVDs sobre a segunda guerra mundial, com imagens da época. Nada fancy, tudo em preto e branco, tosco, real. Até que demorou para chegar aqui, porque foi produzido pela Universal em 1994. Por que comprar se posso baixar? Simples, porque vou gravar em DVD, e o tempo em baixar não justifica. Fica mais barato comprar assim mesmo do que conseguir por aí.

Novidades no mundo arturiano? Vi na Livraria Cultura um novo livro sobre o Rei Arthur, deixo o link com a resenha. Interessante, como sempre. Veremos...

Outro cavaleiro que esta vindo este mês é o Cavaleiro Negro... tem um trailer novo, para quem tiver curiosidade.

Para terminar, com a volta ao trabalho, voltei a ler o Savage Chickens, que chega pontualmente todos os dias no meu e-mail. Parece que o Doug Savage também lembrou dos épicos, do seu jeito tão particular de ver as coisas.

Para não passar em branco, vou postar uma imagem das tantas que coletei por aí. Esta imagem representa Perceval na armadura dourada, a mesma armadura que tirou do "capanga" do Mordred no segundo livro do Christian de Montella após o confronto no qual venceu com um dardo que acertou no vão da viseira.


Concordo com a Marion, que viu a foto antes de terminar o post. A pose do Perceval ficou meio bichona, ou como ela disse, "tá se achando um gatinho"...

Devo, não nego. Posto quando puder. Até!

4 comentários:

Pedrita disse...

acho que o mais vergonhoso no godzilla foi eu tê-lo assistido no cinema. tem filmes que não merecem o nosso investimento.ah, eu adorei essa foto. eu estou lendo os 3 mosqueteiros e amando, mas leva um tempo para ler tudo tb. enquanto isso meus leitores ficam com outros assuntos enquanto descubro esse mundo mágico do alexandre dumas. beijos, pedrita

Renata disse...

Às vezes é bom mesmo fazer uma pausa, do que postar por obrigação, mas espero que volte logo com as histórias do Arthur! E será que esse livro é bom? Posso estar enganada, mas parece que a época dos caça níqueis da idade média acabou, agora a moda é falar sobre o islamismo, afeganistão...
Tbm assinou os DVDs? Já viu o primeiro? É bom? Já saiu até na banca e nós não recebemos ainda, sacanagem, deveríamos ter preferência...
Os acentos do eeepc funcionaram sim, tô escrevendo dele agora =) daqui a pouco ja fico craque no tecladinho!! :)
Bjos!

Renata disse...

Tem alguém aí?

Wally disse...

Claro que tem... somente estou de férias do blog por enquanto. Pena pelo Me.. mais tudo tem seu momento. Ah, posso te contar uma coisa? Tenho certeza que se colocar "sexo com anões" no meio do texto do Mistureba, tuas visitas vão duplicar! heehee...